Plante a sua lua, seu sangue é sagrado!

Por Clarissa Cruz

A terra germina, e o nosso ventre também! Plante a sua lua num vaso de hortelã ou numa singela suculenta, na horta, no pomar, onde houver vida, haverá gratidão por isso. Porque o nosso sangue é sagrado, provedor da vida. Não por acaso ele é um excelente biofertilizante; explicaremos a esse respeito mais abaixo.

Antes disso, é preciso dizer que muitos conhecimentos ancestrais sobre a sacralidade de ser mulher foram perdidos com o tempo. As mulheres conheciam seus poderes, conectavam-se com a natureza, curavam-se e aos demais com ervas, dançavam à luz da lua e reconheciam o poder de seu próprio sangue. Há centenas de anos, foram caçadas e queimadas.

Desde então, o medo foi instalado entre nós e dentro de nós. Ele nos impede de fazer despertar nossos dons mais puros, de escutar nossas intuições, sonhos, visões e de dar espaço para a nossa natureza selvagem se manifestar. Agora é um novo tempo, estamos despertando e não seremos mais oprimidas. 

Mulher, siga com a leitura e saiba que seu sangue tem poder!

Plante saúde, plante a sua lua!

Se você está buscando uma forma de se conectar com quem você é, de se conectar com a natureza e com o universo, escute a sabedoria ancestral e entregue seu sangue pra Terra. Ao fazer a entrega, procure se desapegar do que te impede de ser feliz. Plante com esse sangue também seus sonhos e desejos para um novo tempo. 

Você sabia que antigamente as mulheres se recolhiam em tendas femininas durante seu tempo da lua, ou seja, durante a fase menstrual? Dentro delas, compartilhavam entre si conhecimentos sobre o universo feminino. Isso porque, durante essa fase, todo o corpo sutil da mulher se abre para receber as visões, intuições e orientações para os passos do próximo ciclo.

Faça a sua própria Tenda da Lua

Você pode criar a sua própria tenda e nela se recolher quando estiver sangrando. Assim, terá um cantinho para receber os insights divinos com tranquilidade. Relaxe, faça respirações e deixe que flua. Aproveite para fazer anotações e siga seu instinto para decorar o ambiente com elementos que te ajudem nessa conexão.

Se você tiver um pedacinho de terra, aproveite para deixar seu sangue fluir diretamente nela. Se você mora em apartamento, ou não tem um espaço natural, você poderá recolher seu sangue a partir de um coletor menstrual ou absorvente de pano, colocá-lo em algum recipiente e depois entregá-lo diretamente na terra ou em algum vaso de planta, fazendo a entrega desse elemento tão poderoso à Mãe Terra.

O sangue menstrual é um biofertilizante

Além do seu poder simbólico e energético, o sangue menstrual é também um poderoso biofertilizante. Ou seja, é um ingrediente natural que promove a fertilidade da terra. O sangue apresenta uma complexa combinação devido aos processos bioquímicos e fisiológicos que auxilia.

Seus principais elementos são o nitrogênio, o fósforo, o potássio e o cálcio. Além desses macronutrientes, também são encontrados sais minerais, vitaminas, proteínas e gorduras, além de hormônios e diversos resíduos do nosso metabolismo. Quem gosta de jardinagem conhece muito bem o famoso NPK, que é justamente a sigla para nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K).

Esses 3 são os nutrientes básicos para a manutenção da vida de qualquer vegetal, seja ele comestível ou ornamental. Aí está uma das chaves para a nossa questão, no sangue encontramos o alimento básico para a existência — uma perfeita conexão entre a terra e o ser humano. 

Atenção ao que come e passa na pele

É muito importante ficar atenta ao que você ingere, além do que passa no corpo e no cabelo. Pois os resíduos do que for metabolizado no seu organismo também vão parar na terra quando plantar a lua. Por exemplo, se você ainda utiliza produtos de higiene que não são naturais, corre o risco de regar suas plantas com parabeno.

O parabeno é um conservante muito utilizado pela grande indústria de higiene pessoal. Ele é apontado como um grande causador de alergia, câncer de mama, endometriose, entre outras doenças. Assim, quanto mais utilizarmos o que há de mais puro, certamente, mais pureza devolveremos à natureza. Faz sentido pra você?

Plante a sua lua com consciência e amor ao planeta! Aqui, na Pachamama, oferecemos uma formação on-line, chamada Universo Mulher. Nesse curso de 4 módulos, você aprenderá com quem vive o sagrado feminino na prática. Conecte-se à sua natureza selvagem, ela é necessária e libertadora.

 

----------------------------------------------------------------------------

Crédito Imagem: Raquel Maia